Daniel Martins-de-Souza

Pesquisador Associado
Empregamos a proteômica, biologia de sistemas in silico e modelos pré-clínicos para investigar as bases moleculares de distúrbios psiquiátricos como esquizofrenia e depressão e também da COVID-19 no cérebro humano. Palavras-chave: Proteômica, Proteoma, Biologia de Sistemas, Biomarcadores, Psiquiatria, Depressão, Esquizofrenia, Neurociências, Cérebro
ico_Lattes

Instituto de Biologia – Universidade Estadual de Campinas

Laboratório de Neuroproteômica

A esquizofrenia e a depressão estão entre as doenças mais incapacitantes da humanidade. Um dos maiores obstáculos enfrentados pela maioria dos pacientes é a baixa eficácia da medicação atualmente empregada. Isso decorre da falta de compreensão da patobiologia destas doenças e da falta de biomarcadores e compreensão de mecanismos biológicos associados a uma resposta positiva à medicação. Empregamos proteômica e metabolômica no plasma sanguíneo coletado in vivo de pacientes antes e após o tratamento com antipsicóticos, buscando identificar biomarcadores preditivos para a resposta à medicação. Além disso, analisamos os proteomas e metabolomas dessas amostras de plasma sanguíneo, visando entender melhor a bioquímica e a biologia envolvidas na resposta. Para desenvolver medicamentos novos e mais eficazes, devemos aumentar nossa compreensão dos aspectos moleculares da esquizofrenia e depressão. Portanto, testamos várias hipóteses biológicas que nosso grupo construiu ao longo dos últimos anos em cérebros coletados postmortem e modelos pré-clínicos como como neurônios e células da glia derivadas de células-tronco pluripotentes induzidas. Estes estudos podem apontar para processos biológicos que podem ser modulados por novos medicamentos ainda não desenvolvidos. Navegamos da ciência básica até a ciência aplicada, para o estabelecimento de estratégias de translacionais conduzidas por conceitos de medicina personalizados e de precisão, ajudando a aproximar a bancada do leito hospitalar.

EQUIPE

BIÓLOGOS DO LABORATÓRIO

  • Paulo A. Baldasso

PÓS-DOUTORADO

  • Fernanda Crunfli
  • Victor Corasolla Carregari
  • Gabriela Maciel Vieira
  • Franciele Grego Esteves

DOUTORADO

  • Aline Gazzola Fragnani Valença
  • Caroline Brandão Teles
  • Guilherme Reis-de-Oliveira
  • Giuliana S. Zuccoli
  • Bradley Smith

MESTRADO

  • Lívia Ramos da Silva

PRINCIPAIS DESCOBERTAS

  • Painel de biomarcadores capaz de predizer a resposta à medicação antipsicótica
  • O papel dos oligodendrócitos na esquizofrenia

pRINCIPAIS ARTIGOS

1. Crunfli F, Carregari V, Veras FP (…) Yasuda CL, Mori MA, Cunha TM, Martins-de-Souza D. SARS-CoV-2 infects brain astrocytes of COVID-19 patients and impairs neuronal viability 2021. Deposited at medRxiv doi: https://doi.org/10.1101/2020.10.09.20207464 (currently submitted to Science Advances).

2. Reis-de-Oliveira G, Zuccoli GS, Fioramonte M, Schimitt A, Falkai P, Almeida V, Martins-de-Souza D. Digging deeper in the proteome of different regions from schizophrenia brains. J Proteomics. 2020; 223:103814. doi: 10.1016/j.jprot.2020.103814.

3. de Almeida V, Alexandrino GL, Aquino A, Gomes AF, Murgu M, Dobrowolny H, Guest PC, Steiner J, Martins-de-Souza D. Changes in the blood plasma lipidome associated with effective or poor response to atypical antipsychotic treatments in schizophrenia patients. Prog Neuropsychopharmacol Biol Psychiatry. 2020; 101:109945. doi:
10.1016/j.pnpbp.2020.109945.

4. Garcia-Rosa S, Carvalho BS, Guest PC, Steiner J, Martins-de-Souza D. Blood plasma proteomic modulation induced by olanzapine and risperidone in schizophrenia patients. J Proteomics. 2020 Jul 30;224:103813. doi: 10.1016/j.jprot.2020.103813.

5. Nascimento JM, Saia-Cereda VM, Sartore RC, Madeiro da Costa R, Schitine CS, Freitas HR, Murgu M, de Melo Reis RA, Rehen SK and Martins-de-Souza D. Human Cerebral Organoids and Fetal Brain Tissue Share Proteomic Similarities. Front. Cell Dev. Biol., Nov. 2019 https://doi.org/10.3389/fcell.2019.00303

6. de Almeida V, Martins-de-Souza D. Cannabinoids and glial cells: possible mechanism to understand schizophrenia. Eur Arch Psychiatry Clin Neurosci. 2018 Oct;268(7):727-737. doi: 10.1007/s00406- 018-0874-6.

7. Cassoli JS, Brandão-Teles C, G Santana A, H M F Souza G, Martins-de-Souza D. Ion Mobility- Enhanced Data-Independent Acquisitions Enable a Deep Proteomic Landscape of Oligodendrocytes. Proteomics. 2017 Nov;17(21). doi: 10.1002/pmic.201700209. (Made the Cover of the Journal)

8. Saia-Cereda VM, Cassoli JS, Schmitt A, Falkai P, Martins-de-Souza D. Differential proteome and phosphoproteome may impact cell signaling in the corpus callosum of schizophrenia patients. Schizophr Res. 2016 Nov;177(1-3):70-77. doi: 10.1016/j.schres.2016.03.022.

LIVRO

9. Martins-de-Souza, D (Editor). Methods in Molecular Biology, Volume 1156. Shotgun Proteomics: Methods and Protocols. 1. ed. New York, NY: Springer Nature, 2014. v. 1056. 489p. doi: 10.1007/978-1-4939-0685-7

PATENTE

10. Martins-de-Souza, Daniel ; Aquino, Adriano ; Alexandrino, G. L. ; Steiner, J; Murgu, M. ; Gomes, A.F. MÉTODO PREDITIVO DE AVALIAÇÃO DA RESPOSTA DE PACIENTES AO TRATAMENTO COM ANTIPSICÓTICOS. 2017, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR10201702585 Instituição de registro: INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 30/11/2017

 

Para entrar em contato com Daniel Martins-de-Souza e seu laboratório utilize as informações a seguir:
Instituto de Biologia – UNICAMP
Rua Monteiro Lobato, 255 - Barão Geraldo
Bloco F, Sala 1. CEP: 13083-862
_____________________________________________________________________________________


E-mail: [email protected]
(19) 3521-6132